Cambé receberá 220 casas populares, sendo 73 com subsídio de R$ 15 mil – Prefeitura de Cambé

0
Share

O governador Carlos Massa Ratinho Junior assinou nesta terça-feira (23) a liberação de mais investimentos para o programa Casa Fácil Paraná, que financia o valor de entrada de moradias a famílias com renda de até três salários mínimos. O recurso é de R$ 15 mil por unidade habitacional, viabilizando o acesso ao financiamento da casa própria. Cambé foi uma das 26 cidades contempladas e receberá o investimento de R$ 34 milhões, com subsídio estadual no valor de R$ 1,1 milhão.

Desta forma, foi assinado o convênio entre a Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) e a construtora responsável pelas obras, para as 73 moradias que contam com o subsídio de 15 mil em Cambé, totalizando um investimento estadual no valor de R$ 1,1 milhão. Ao todo, serão construídas 220 novas casas populares nesta primeira fase do programa, sendo que desse montante, 73 terão a entrada subsidiada pelo programa Casa Fácil, que é realizado em parceria com o governo federal e a iniciativa privada. O valor da contrapartida é repassado diretamente à Caixa Econômica Federal para abatimento parcial ou integral do custo de entrada em financiamentos do programa Casa Verde e Amarela.

“Estamos assinando a autorização para a construção de 220 casas em Cambé. É mais um lote de investimentos do programa Casa Fácil que Cambé recebe. Um investimento de mais de R$ 30 milhões para a cidade de Cambé, que vai gerar empregos na construção das casas e vai dar a oportunidade de realizar os sonhos da casa própria”, afirmou o governador Ratinho Junior. “Era um dos grandes propósitos da cidade de Cambé era a construção de casas e o que parecia inviável se transformou em algo possível por esse programa excepcional”, completou o deputado estadual Tiago Amaral.

O prefeito Conrado Scheller celebrou mais essa conquista. “É motivo de muito orgulho para mim poder ver em nossa Cambé mais moradias sendo construídas para ajudar famílias a realizarem o sonho de ter a própria casa e poder dar dignidade e resgatar o orgulho dessas pessoas”, apontou o prefeito.

Podem pleitear o desconto famílias com renda mensal de até três salários mínimos que não possuam casa própria e não tenham sido beneficiadas por outros projetos habitacionais do Governo do Estado ou da União. Para os interessados em receber o benefício, as inscrições devem ser feitas no site cohapar.pr.gov.br/cadastro, por meio do preenchimento de uma ficha com dados pessoais, financeiros e de composição familiar, além da escolha do município de interesse.

Caso haja empreendimentos disponíveis para a cidade de escolha no momento do cadastro, haverá uma opção para manifestação de interesse no empreendimento. Cidadãos inscritos anteriormente serão notificados por e-mail quando novos projetos forem aprovados.

A concessão do subsídio depende de análise da Cohapar acerca do enquadramento dos candidatos. Também serão necessárias a aprovação de crédito do financiamento junto à Caixa Econômica e a negociação das condições de compra com a construtora responsável, conforme já acontece nos processos normais de aquisição de moradias do Casa Verde e Amarela.



com informação da Prefeitura de Arapongas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *