Conferência Municipal debate os direitos das pessoas com deficiência

0
Share

O Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CMDPD) realiza, nesta sexta-feira (29), a 7ª Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência. O tema geral será “Cenário Atual e Futuro na Implementação dos Direitos das Pessoas com Deficiência”. Aberto para toda a população, o encontro será realizado no auditório da Unicesumar Campus Londrina, das 14h às 18h. O endereço é Avenida Santa Mônica, 450.

Devem comparecer os delegados, inscritos na pré-conferência realizada em 15 de outubro, e os membros do Conselho. Os participantes que não estiverem inscritos terão sua entrada liberada, porém não terão direito a voz nem voto durante as deliberações.

Durante a conferência, serão debatidas propostas de ações dentro de quatro eixos e, destes eixos, dois serão selecionados para que delegados de Londrina apresentem na V Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, prevista para ser realizada em dezembro no formato virtual.

Os eixos temáticos são: Estratégias para manter e aprimorar o controle social assegurada à participação das pessoas com deficiência; Acesso das pessoas com deficiência para a construção de Políticas Públicas; Financiamento de Políticas Públicas para a pessoa com deficiência; e Acessibilidade e Tecnologia Assistiva.

De acordo com a presidente do CMDPD, Ghislaine da Silveira, com base nas demandas colhidas durante a pré-conferência, os participantes da Conferência Municipal irão debater também a possibilidade de incluir, pelo regimento do conselho, representantes de pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). “Temos essa demanda para levar na conferência, em busca de uma solução que viabilize a representação de pessoa com TEA dentre as cadeiras do CMDPD”, disse.

Criado em 2020, o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência é formado por 24 membros titulares e suplentes, que representam órgãos públicos e a sociedade civil. De caráter deliberativo, o objetivo principal do conselho é assegurar que as pessoas com deficiência tenham pleno exercício de seus direitos, sejam eles individuais ou sociais.

A presidente reforça o convite para que as pessoas com deficiência, familiares e cuidadores participem da conferência municipal. “Ela é o momento em que construímos nossos direitos. Na conferência, damos voz a leis que estão paradas ou não estão sendo postas na prática, e mostramos nossas necessidades para a sociedade. É importante ser visto, ter voz e ter vez. E é para promover tudo isso que há a conferência”, frisou.

Para a imprensa: outras informações podem ser com a presidente do CMDPD, Ghislaine da Silveira, pelo telefone (43) 9 8447-4150.



com informação da Prefeitura de Londrina

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *