Denúncia em Guaraqueçaba, a sujeira escondida debaixo do tapete

0
Share

Em meio ao material de construção, ao lado de madeiras e tijolos, no relento coberto apenas com uma fina lona preta que poderia cobrir areia, mas ali estava o descaso da saúde pública. Nos fundos da Secretaria Municipal de Saúde desta cidade que se mostrava um exemplo para o país no adiantado processo de vacinação, estava escondido como sujeira debaixo do tapete, medicamentos vencidos, testes novos e usados de COVID, lixo hospitalar como seringas, gases, máscaras e luvas contaminadas. A fiscalização ocorreu neste dia 5 de outubro.

CLIQUE AQUI E ASSISTA O VÍDEO DA DENÚNCIA

O volume de lixo hospitalar era tanto que impressionou à todos que participaram da fiscalização, levando a crer pelo montante estava sendo acumulado a meses.

Não bastasse a contaminação do solo do município que vive basicamente de recursos ambientais, trabalhadores de uma construção pública dividiam o seu espaço de trabalho diário com o alto risco de contaminação.

Após fiscalização dos Vereadores Luciane Teixeira Pereira (PSD) e Marcos Vinicius Dias (MDB), juntamente com a Policia Militar Ambiental, foi constatado o crime que será encaminhado ao Ministério Público.

Por Luciane Teixeira Pereira – Vereadora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *