Planejamento: Lideranas da regio de Guarapuava discutem priorizao de investimentos

0
Share

Lideranças da região de Guarapuava, no Centro-Sul do Paraná, participaram nesta sexta-feira (8) de uma reunião com o secretário estadual de Planejamento e Projetos Estruturantes, Valdemar Bernardo Jorge, para discutir a priorização de investimentos. O encontro marcou o início da terceira etapa do Programa Paraná Produtivo, do Governo do Estado, que visa identificar potenciais e carências das regiões e planejar um desenvolvimento produtivo integrado entre os municípios. 


Participaram prefeitos e lideranças que integram a Associação dos Municípios do Centro do Paraná (Amocentro) e Associação dos Municípios do Cantuquiriguaçu. “Foi uma oportunidade para apresentar essa nova etapa do programa, que é a de estabelecer quais são as ações propostas que serão priorizadas para o desenvolvimento da região”, disse o secretário. 


Pelo menos 160 pessoas dos municípios da região, entre técnicos e secretários municipais, representantes do setor produtivo, de universidades e da sociedade civil organizada, estão participando das atividades. Após essa reunião haverá também uma oficina de Prioridades de Investimento na região de Guarapuava, já marcada para o dia 25 de novembro.


O Paraná Produtivo já realizou duas etapas na região: Oficinas de Diagnóstico, para coleta de informações e de demandas das regiões, e Oficinas de Oportunidades de Parceria, com o objetivo de abordar as ações que podem ser promovidas pelo Governo do Estado nas regiões contempladas pelo programa.


DINÂMICA – Para colaborar no processo de priorização, o secretário Valdemar Bernardo Jorge explicou que foi desenvolvida uma dinâmica que disponibiliza informações aos participantes da oficina sobre potenciais de parceria, prazo de planejamento e implementação das ações e atendimento aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).


Ele também apresentou o BI (Business Intelligence) da região, elaborado com os dados dos eixos prioritários do programa: pessoas, sistemas produtivos e infraestrutura. “A ferramenta se destaca, principalmente, como recurso de dados e informações sobre diversas áreas socioeconômicas e auxilia na identificação de problemas e oportunidades”, acrescentou.


O prefeito de Rio Bonito do Iguaçu e presidente da Associação dos Municípios de Cantuquiriguaçu, Sezar Augusto Bovino, disse que é fundamental fazer um encontro para debater e definir as ações prioritárias. “Assim fica mais fácil decidir o que é necessário fazer primeiro para a região”, afirmou.


Para o prefeito de Pitanga e presidente da (Amocentro), Maicol Callegarri Barbosa, o Programa Paraná Produtivo vai beneficiar principalmente os municípios menores. “É muito importante participarmos desse programa que visa o desenvolvimento integrado da nossa região”, afirmou.


PARANÁ PRODUTIVO O objetivo do programa é contribuir para a geração de emprego e renda e a diminuição das desigualdades regionais. As oito regiões prioritárias que serão atendidas são: Santo Antônio da Platina, Cornélio Procópio, Paranavaí, entre Cianorte e Umuarama, Campo Mourão, Guarapuava, entre Irati e União da Vitória e entre Castro e Telêmaco Borba. Elas reúnem 202 municípios que concentram 30% da população paranaense (3,3 milhões de pessoas) e 25% do Produto Interno Bruto (PIB) estadual.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *