Saneamento: Diretores da Sanepar e de grandes empresas do Pas debatem clima e preservao da gua

0
Share

Diretores da Sanepar e de mais 17 grandes empresas, de diversos setores, que estão entre as maiores do País, participam nesta sexta-feira (15) de um debate sobre mudanças climáticas que vai resultar em uma carta com orientações para a melhoria da qualidade da água em todos os seus usos.


O documento, que será apresentado à sociedade após o evento, recebe o nome de Pacto pela Resiliência Hídrica e Energética e estabelece princípios e mecanismos de gestão integrada dos recursos hídricos e a proteção e restauração de ecossistemas relacionados à água.


O debate será realizado por uma agência da Organização das Nações Unidas (ONU), a Rede Brasil do Pacto Global, que atua no País com projetos dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). O diretor-presidente da Sanepar, Claudio Stabile, e o diretor de Meio Ambiente e Ação Social, Julio Gonchorosky, vão falar sobre os riscos das mudanças climáticas relacionados à água e os esforços do setor empresarial para superar a escassez hídrica a partir de soluções baseadas na natureza.


O evento terá início às 8 horas, com transmissão ao vivo pelo canal do YouTube da Rede Brasil do Pacto Global. O público terá acesso até as 9 horas. A abertura será feita pelo diretor-presidente da Água de Manaus e Águas de São Francisco, da Aegea Saneamento, Thiago Terada, que coordena a Plataforma de Ação pela Água da Rede Brasil do Pacto Global. Em seguida, abordará o tema Resiliência Hídrica e Energética em um Futuro Incerto a vice-presidente do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas, Thelma Krug.


A partir das 8h25, o diretor da Sanepar Julio Gonchorosky, o gerente de Economia da Biodiversidade da Fundação Grupo Boticário – Movimento Viva Água, André Ferreti, e o diretor-presidente da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), Carlos Eduardo Tavares de Castro, apresentam cases de sucesso sobre soluções baseadas na natureza para a segurança hídrica e climática e o aumento da resiliência.


Em seguida, o debate exclusivo para os líderes terá a participação do presidente da Sanepar, Claudio Stabile, e de diretores executivos da Petrobras, do Banco do Brasil, Grupo Boticário, Copasa, Klabin, Votorantin Energia, Itaipu, Coca-Cola América Latina, Sanasa, Braskem, Schneider Electric, Enel Brasil, Aegea Saneamento, Saneago, Cervejaria Ambev, Siemens do Brasil e Falconi.


As lideranças vão abordar temas relevantes, como escassez hídrica, universalização do acesso ao saneamento, criação de ações coletivas, investimento em soluções baseadas na natureza e crise energética.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *