UEL participa do “Paraná Faz Ciência” e incentiva divulgação científica

0
Share

Diversos professores da UEL integram a programação do Paraná Faz Ciência, evento promovido neste mês de outubro pela Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti) e pelo Governo do Paraná. A partir da próxima segunda-feira (4) até dia 8, serão realizadas uma série de atividades online para disseminar o conhecimento científico produzido no Estado.

O objetivo é mobilizar a comunidade universitária, neste Mês Nacional da Ciência, Tecnologia e Inovações, em torno de temas que valorizem a criatividade, a atitude científica e a inovação, e aproximar os cidadãos, principalmente os jovens, de temas relacionados ao desenvolvimento científico e tecnológico e suas aplicações.

No decorrer da semana, o evento vai realizar painéis e reunir representantes e pesquisadores renomados de universidades, museus, fundações de apoio e amparo à pesquisa, parques tecnológicos, entre outras organizações institucionais que atuam no desenvolvimento científico e tecnológico do Estado do Paraná.

Representando a UEL, participam da programação do evento os professores André Azevedo da Fonseca, do Departamento de Comunicação; Andrea Name Colado Simão, do Departamento de Patologia, Análises Clínicas e Toxicológicas; Halley Caixeta, do Departamento de Biologia Animal e Vegetal; e Edméia Aparecida Ribeiro, do Departamento de História e diretora do Museu Histórico de Londrina.

Divulgação científica

Ao longo do mês de outubro, várias outras atividades serão realizadas por todas as universidades estaduais do Paraná. Na Universidade Estadual de Londrina, será realizado o “Ciência na UEL”, em que os pesquisadores serão convidados a divulgarem suas pesquisas nas redes sociais. Para isso, a Coordenadoria de Comunicação (COM), em parceria com a Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação (PROPPG), elaborou um template e uma vinheta, que poderão ser utilizados em posts e vídeos.

“O objetivo é que estudantes, pesquisadores e professores elaborem materiais para que consigam transmitir para a sociedade aquilo que fazem na pesquisa”, explica Eduardo José de Almeida Araújo, diretor de Pesquisa, da PROPPG. Ele ainda incentiva os participantes a marcarem a conta da UEL – @ueloficial – para que o conteúdo seja identificado e replicado nas redes oficiais da Universidade.

A participação é livre para pesquisadores em qualquer nível, desde a iniciação científica, especialização, residências, mestrados e doutorados, participantes de projetos de pesquisa, pesquisa em ensino ou projetos de extensão. Todo o material será organizado numa página específica no site da PROPPG e disponibilizado para consulta de toda a sociedade e da imprensa de Londrina e região.

O template disponível para edição em powerpoint e a vinheta para ser anexada em vídeos podem ser utilizados por estudantes e docentes da UEL e já estão disponíveis nesta Pasta do google drive. Em caso de dúvida ou dificuldade para organizar os materiais, os pesquisadores podem entrar em contato pelo e-mail comunica@uel.br.

Paraná Faz Ciência

Idealizado pela SETI, o Paraná faz Ciência é uma parceria com a Universidade Virtual do Paraná (UVPR) e a Universidade Estadual de Maringá (UEM), com o apoio da Fundação Araucária e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

“O conhecimento científico possibilita avanços em todos os campos da sociedade, contribuindo para solucionar desafios nas mais diversas áreas, com impacto direto na melhoria da qualidade de vida das pessoas”, afirma o superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Bona.

O Paraná Faz Ciência pretende alcançar os públicos das escolas e organizações da sociedade civil, além das instituições de ensino superior (IES) e das instituições de pesquisa científica e tecnológica (ICTs). A programação completa pode ser acessada no site oficial do Paraná Faz Ciência.

O evento integra a 18ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT 2021), que neste ano propõe o tema a transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta.

(Com informações da SETI)



com informações de O Perobal, o jornal online da UEL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *